Violetas Imperiais
"L'Amour Est Un Bouquet de Violettes"

(Canção de Francis Lopes e Meirelle Brocey, versão de Ariovaldo Pires)

Violetas imperiais, lindas flores, de ilusão
Violetas imperiais, trazem dor e paixão
Eu vejo a saudade, num banco de jardim
Tu, bem juntinho a mim, junto ao meu coração

Sabes, que não terei mais quimera
Não mais me sorrirá a primavera
E minha vida vazia será nostalgia
Sempre estarei à espera de ti, minha flor

Amo a tua invulgar singeleza
Reinas, com tua graça e beleza

Violetas de Espanha, tua força estranha
Mostra toda a realeza de um grande amor
(Bis)