Velhos Tempos

(Canção de Michael Sullivan e Paulo Massadas)

Chegou numa manhã
Mão trêmula batendo e a parta abriu
Antigas sensações
Aquele rosto amigo lhe sorriu

O tempo então parou
E a mágica se fez
Voltou atrás, e sem nada dizer
Queimaram todo o amor que ainda restou

E se esqueceram da razão
E se envolveram na paixão
E se agarraram na ilusão
Desse momento

Mataram a sede com ardor
Mataram o frio com calor
E se perderam no amor
Dos velhos tempos

O relógio então tocou
E o toque de magia se quebrou
E sem nada dizer
Desamarraram os seus corpos com pudor
Tentaram se explicar, mas não havia nada pra falar
Não eram mais de si
E o passado não podia mais voltar

E o sonho então se fez real
E o grande amor se fez banal
No desconforto natural
Desse momento

Era tão tarde pra ficar
Era inútil lamentar
Última chama a se apagar
Dos velhos tempos

O fogo acabou
Agora são apenas dois estranhos
Sem nada pra dizer, apenas adeus
(Bis)