Tango pra Tereza

(Canção de Jair Amorim e Evaldo Gouveia)

Hoje, alguém pôs a rodar
Um disco de Gardel
No apartamento junto ao meu
Que tristeza me deu

Era todo um passado lindo
A mocidade vindo da parede me dizer
Para eu sofrer

Trago a vida agora calma
Um tango dentro d’alma
A velha história de um amor
Que no tempo ficou

Garçom, ponha cerveja sobre a mesa
Bandoneón, toque de novo que Teresa
Esta noite vai ser minha e vai dançar
Pra eu sonhar

A luz do cabaré
Já se apagou em mim
O tango na vitrola
Também chegou ao fim

Parece me dizer
Que a noite envelheceu
Que é hora de lembrar
E de chorar