Sempre o Luar

(Marcha-Rancho de Klecius Caldas e Armando Cavalcanti)

Uma lua vai, a outra vem
E o luar não sai dos olhos do meu bem

Uma lua vai, a outra vem
E o luar não sai dos olhos do meu bem
(Coro)

Sempre o luar, prateando o céu, e o mar
Sempre o luar, que nos faz sonhar
A noite passa, e você me abraça
Não há quem faça, o sol raiar
(bis)