Se Tem que Ser

(Bolero de Fernando César)

Chegou a hora, é sempre assim
Vai, vai embora, vai-te de mim
O amor demora, até que um dia encontra o fim
Por que esqueceste de te esconder
E os teus segredos deixaste ver
Se o amor existe só no mistério
Em que consiste

Voa bem alto e lá de cima
Hás de encontrar por certo a rima
Pra esse verso que é teu amor, vulgar desejo
Nem mais um beijo terás de mim
É ponto, é fim, chegou a hora
Tua saudade de amanhã começa agora
(bis)