Saia do Caminho

(Samba-Canção de Custódio Mesquita e Ewaldo Ruy)

Junte tudo que é seu
Seu amor, seus trapinhos
Junte tudo que é seu
E saia do meu caminho

Nada tenho de meu
Mas prefiro viver sozinha
Nosso amor já morreu
E a saudade se existe, é minha

Tinha até um projeto
No futuro, um dia
O nosso mesmo teto
Mas uma vida lhe daria

Fracassei novamente
Pois sonhei, mas sonhei em vão
E você francamente
Decididamente, não tem coração