Quando a Noite Vem

(Balada-Rock de Mirabeau e Waldir Rocha)

Quando a noite vem
E não traz quem eu quero
A saudade me aperta
E eu me desespero
Quando a noite vem
Com a sua magia
Tudo é lindo lá fora
Em meu peito somente agonia

Noites de verão 
Noites de esplendor
Eu sozinha cantando
Esperando você, meu amor
Quando a noite vem
E não traz quem eu quero
A saudade me aperta
E eu me desespero