Quando a Chuva Chegar

(Bolero de Fernando César e Britinho)

Meu bem não sei
O jeito de aceitar
Que tudo entre nós vá terminar
Um grande amor não morre ao sol
Não posso não meu bem acreditar
É bom ter cada coisa em seu lugar
Não faltarão as noites sem luar
Um dia o sol não vai nascer
E então meu bem
Tu podes sentir