Preciso de uma Companhia

(Samba-Canção de Adelino Moreira)

Nunca mais em minha vida
Hei de pensar em ti
Nunca mais tu me dirás, querida
Se o disseres, fingirei que não ouvi
Como a planta que precisa de água fresca todo dia,
Eu preciso de uma companhia

Que jeito de querer é o teu querer
Que abusa do direito de fazer sofrer
Dividindo o amor que devia ser de dor
Sumindo, pra voltar um mês depois
Como a planta que precisa de água fresca, todo dia,
Eu preciso de uma companhia
(bis)