Pout-Pourri:

Amor | Solamente Una Vez | Quiereme Mucho

Gabriel Ruiz e Ricardo Lopez Mendes, versão Haroldo Barbosa
Agustin Lara, versão de Waldomiro Banoni Ortencio
Gonzalo Rog, versão Mário Mendes

AMOR

Amor, amor, amor
Nasceu de mim, nasceu de ti
Nasceu num beijo
Amor, amor, amor
Nasceu de Deus
Nos olhos teus o amor eu vejo
Saber que os teus lábios
Se aninharam nos meus
Trazendo a palavra mensageira
Do amor
Saber que os meus lábios
Se perderam nos teus
Nas chamas do beijo em que nasceu

SOLAMENTE UNA VEZ

Tão somente uma vez
Amei na vida
Tão somente uma vez
E nunca mais
Uma vida nada mais
Em meus olhos brilhou a esperança
Esperança que alegra o caminho
Da nossa solidão
Uma vez nada mais
Se entrega a alma
Com a doce e total
Renunciação
E quando esse milagre
Abre as portas do amor desejado
Há alegria e festas que cantam
No meu coração

QUIEREME MUCHO

Quando o amor é sincero
Como o que eu tenho por ti
É impossível querida
Tão separados viver
Eu não consigo um momento
Teu lindo olhar esquecer
Volta depressa, meu bem
Vem me consolar
Pois viver longe de ti
Não é viver