Por Todo o Pranto dos Teus Olhos
"Me Bevere Tu Llanto"

(Canção de Anulfo M. Vega, versão de Walter Mafa)

Eu sei que fui indiferente
Ao teu amor puro e sincero
Hoje triste arrependida
Hoje triste arrependida
Eu suplico teu querer

Por todo o pranto dos teus olhos
Por todo o bem desta razão
Peço ao teu amor tão puro
Peço ao teu amor tão puro
Merecer o teu perdão

Perdoe amor, por te fazer sofrer assim
Perdoa, posso jurar que nunca mais eu te farei sofrer

Somente agora compreendi
Que te quero tanto tanto
Beberei todo o teu pranto
Beberei todo o teu pranto
Pra merecer o teu perdão
(bis)