Outro Amor para Toda Vida

(Balada-Rock de Fernando César e Baden Powell)

Eu devo um pranto a você
Mas, amanhã vou pagar
Não choro hoje, porque
Hoje é dia de cantar
Eu banhei, meus olhos tristes
No sorriso de alguém que passou

E no peito o coração mandou
Que eu teria que sorrir, feliz
Desculpe o mal que eu lhe fiz
Mas não foi por mal
Foi um outro amor igual
Lá, lá, lá, ri, ri, ri, ri, ri, ri
Lá, lá, lá, ri, ri, lá, lá, lá, ri, ri, ri, ri
(bis)