Odeio-te Meu Amor

(Samba-Canção de Adelino Moreira)

Penso que te odeio
Mas te quero tanto
Que até nem creio
Chegar a te odiar
Faço tanta força
Para te esquecer
E choro, sem querer
Por ti chorar
Todos me aconselham
Que te dê desprezo
Quanto mais aceso
Está meu coração
Mas, o menor toque de carícia
Que me faças por malícia
Me incendeia de paixão
Para te odiar, tudo faço e não consigo
Parece castigo, minha mágoa, minha dor

Tento repelir os teus anseios de carinho
E só consigo dizer baixinho
Odeio-te, meu amor
(bis)