O Ciúme

(Samba-Canção de Fernando César e Guilherme de Almeida)

Talvez, quem sabe que sofro
E abatida e descrente
Entrando em tua alma, pelo teu olhar
Começo a procurar
Desesperadamente
Uma coisa qualquer
Que não quero encontrar
(bis)