Lado a Lado

(Canção de Jerônimo Bragança e Nóbrega e Souza)

Somos dois caminhos paralelos
Vamos pela vida lado a lado
Doidos que nós somos
Loucos que nós fomos
Não sei qual é de nós mais desgraçado

Lado a lado, meu amor, mas tão longe
Como é grande, a distância entre nós
O que foi que se passou, entre nós dois que nos separou
Por que foi que os meus ideais morreram assim, dentro de mim
Ombro a ombro, tanta vez, mas tão longe
Indiferença entre nós, quem diria
Custa a crer que tanto amor, tão profundo amor, tenha acabado
E nós vamos, sem amor, lado a lado
(Bis)

Fomos no passado um só destino
Somos um amor desencontrado
Loucos que nós fomos
Doidos que nós somos
Não sei qual é de nós mais desgraçado