Incoerência

(Samba-Canção de Lucio Cardin e Nello Nunes)

Deus, se a gente tanto chora
Por alguém que a gente adora
Por que é que existe amor

Deus, se o peito sente frio
Quando o leito está vazio
Por que existe cobertor

Deus, por que tanta incoerência
Se a razão da existência
É o próprio coração

Deus, se o amor é tão sublime
Na verdade é quase um crime
Existir separação