Estrela da Canção

(Canção de Ricardo Vilas)

Acontece, que eu não tenho compromissos
Que me façam despertar pela manhã
Meu horário só começa quando o sol faz meio-dia
Antes disso não, me acordo

Os vizinhos não compreendem como eu vivo
Sem correr, como eles correm de manhã
Para eles, sou apenas um boêmio
De ressaca, sem ocupação, definida

Acontece que eu preciso, de repouso matinal
Pois não desligo antes das cinco, da manhã
Quando a noite se anuncia
Eu começo então a brilhar
Pois sou a estrela da nossa canção popular
(Bis)