Despejo da Saudade

(Samba de Monsueto Menezes e José Batista)

Eu dei à saudade, apenas pousada
Ela pensou, que fosse moradia
Ah! coitada, ficou tão desapontada
Clareou o dia, foi despejada

Ela pensou, que fosse ficar
Somente pra me torturar
Vá saudade, procurar quem te mandou
E diga que não me encontrou

Eu dei à saudade, apenas pousada
Ela pensou, que fosse moradia
Coitada, ficou tão desapontada
Clareou o dia, foi despejada
(bis)