Anjinhos Negros
"Angelitos Negros"

(Canção de Manoel Alvarez Maciste e A. Eloy Blanco, versão Joluz e N. Bourget)

Pintor de telas tão lindas
Honras teu nome afamado
Encantando o mundo inteiro
Como outros do passado
A vida é cheia de cores
Mas o amor não tem cor
E por isso Deus recebe
Todos com seu santo amor

Pintor, se pintas com amor
Porque desprezas os de cor
Se os brancos e os negros
São filhos de um só Deus
(Bis)

Pintor, de santos de alcova
De estandartes e andor
Porque nunca te lembraste
Dos bons anjinhos de cor
(bis)

Quanto pintares igrejas
Se és um homem de bem
Pintas igualmente a todos
Não te esqueças de ninguém
(bis)