Adeus Pampa Mia
"Adiós, Pampa Mia"

(Canção de Francisco Canaro e Marianito Mores, versão de Haroldo Barbosa)

Adeus, pampa mia
Adeus, vou para terras estranhas

Adeus, caminho da minha vida
Rios, montes, madrugadas
Da minha terra querida

Se não voltarmos a ver-nos
Terra querida, quero que saibas
Que aqui deixei minha vida
Adeus

Ao deixar-te pampa mia
Tenho os olhos deslumbrados
Com o verde dos teus pastos, teu luar, tuas estrelas
Com o vento me embalando
A viola pontilhando canções que alegram as vezes
E as vezes fazem chorar

Adeus, pampa mia
Adeus vou para terras estranhas