Celebração de meio século de talento

Por Toninho Spessoto

A grande Sapoti comemora este ano 52 anos de carreira, mas somente agora lança um CD em celebração ao seu jubileu de ouro. Produzido pela cantora e pelo jornalista e pesquisador musical Thiago Marques, Disco de Ouro é um mergulho de Ângela Maria num repertório, digamos, mais contemporâneo.

Claro, estão aqui alguns clássicos, mas o mote é de canções de um universo distante do da intérprete. Entre os temas mais ligados ao estilo de Ângela Maria estão Por Causa de Você (Tom Jobim/Dolores Duran), Prece (Marino Pinto/Vadico), Resposta (Maysa) e As Rosas Não Falam (Cartola).Ângela pela primeira vez gravou Maysa e Cartola.
Do time de 'novos' estão Cazuza (Faz Parte Do Meu Show, parceria com Renato Ladeira), Lulu Santos (Como Uma Onda, dele e Nelson Motta), Luiz Melodia (Dores de Amores) e Peninha (com o megahit Sozinho). E Ângela revisita compositores modernos já gravados por ela anteriormente, como Djavan (Oceano) e Gonzaguinha (O Que É, O Que É).

Os arranjos, do maestro Keco Brandão, são criativos e emolduram com perfeição a voz da Sapoti, E privilegiam sua extensão vocal, ainda bastante poderosa. Ela não tem mais o potencial dos anos 50 e 60, mas permanece uma intérprete refinada, que emociona. Belo trabalho.

Voltar